Cativa ou Cativante

O relato de Ester pode ser comparado a um enredo cheio de reviravoltas e surpresas, muito emocionante. Um livro com muitas lições e aplicações possíveis. Temos inúmeras personagens femininas na Bíblia, com histórias bastante relevantes, o que impressiona para um livro histórico como esse. Ester é uma das que mais se destacam, chegando a intitular um livro do cânone. Vamos pensar mais sobre ela?

*Para fazer o Estudo Bíblico Indutivo, dividimos o estudo em perguntas de observação (O), Interpretação (I) e aplicação (A).

  1. (O) Quais são algumas semelhanças e diferenças que se podem notar entre Ester e Vasti?
    1. Leia e compare:    Ester 1:11 e Ester 2:7;
      Ester 1:9 e Ester 5:4;
      Ester 1:12 e Ester 5:1-3.
  1. (O) Quais são as origens de Ester (financeira, cultural, emocional, religiosa)? (Ester 2:5-7) Qual era sua instrução ao ser levada ao Harém? (Ester 2:10)
  1. (O) Como era a vida (financeira, cultural, emocional e religiosa) no Harém de Xerxes? (Ester 2:12-17)
  1. (O) Qual foi a reação de Hamã à acusação de Ester? (Ester 7:6-8)
  1. (I) Qual foi a conquista política alcançada por Ester? (Ester 8:1-2 e Ester 8:11)
  1. (I) Observe as duas representações de Ester, no anexo. A primeira é da jovem recém chegada ao Harém, e a segunda retrata a Rainha Ester, mais madura, ao revelar sua identidade. O que podemos inferir sobre esse processo? (Mosaicos e descrições da mosaicista Lilian Broca)

ester A

ester 1

“A imagem da jovem Ester dissolve para um desenho linear p&b dos joelhos para baixo, mostrando suas pernas e pés despidos. Isso simboliza sua origem pobre. Seus dedos do pé se entrelaçam às barras de ferro, parte usual da arquitetura antiga das janelas do harém, simbolizando o status feminino como “bens” de homens ricos, que precisam ser protegidas (oprimidas?) contra roubo ou abuso. Minha interpretação dela coloca uma questão. Como o desenho das barras sugere uma menorah, esse símbolo também poderia tornar-se uma prisão  para ela?”

“Nesse mosaico minha intenção era “iconizar” a Rainha Ester como um modelo ideal de liderança suprema, lealdade, sabedoria e visão. Numa sociedade patriarcal, essa figura feminina única conseguiu trazer a paz através de acomodação, cooperação e negociação.Seu status heroico a capacita para se tornar um exemplo para todas as mulheres, de então e de agora.”

  1. (A) Você já presenciou alguma situação em que se sentiu impotente diante do sistema? Como poderia, baseada no exemplo de Ester, mesmo que se arriscando, usar esse mesmo sistema para que a justiça seja alcançada?
  1. (A) Como a sua empatia e identificação com pessoas que sofrem pode alcançar o favor daqueles que amam você?

Mabel d’Haese é formada em história, é mosaicista, casada com Adriano, mãe dos amáveis Levi e Liz e é assessora auxiliar da ABU na Região Sul.


O conteúdo e as opiniões expressas neste texto são de inteira responsabilidade de sua autora e não representa a posição institucional da ABUB, outra instituição ou de todas as organizadoras e colaboradoras do Projeto Redomas. O objetivo é criar um espaço de construção e diálogo.

Anúncios